Coleções históricas da América do Sul disponibilizados no INCT-Herbário Virtual via rede speciesLink

1 2                                                      3

O Muséum national d’Histoire naturelle (MNHN) de Paris compartilha dados de coletas realizadas no Brasil com a rede speciesLink desde 2009, quando foi estabelecida uma parceria entre o Museu, o Instituto de Botânica de São Paulo e o CRIA para o desenvolvimento do site do Herbário Virtual A. de Saint-Hilaire. Novas parcerias foram estabelecidas em 2015 com o compartilhamento dos dados das coletas de Glaziou que contou com o envolvimento do Museu Nacional e do INCT – Herbário Virtual, além do MNHN e do CRIA.

Em 2020 iniciamos uma nova etapa dessa parceria. Com as coleções de história natural disponibilizadas na e-infraestrutura ReCOLNAT, foram incorporados ao INCT-Herbário Virtual, via rede speciesLink, os dados da América do Sul da Coleção de plantas vasculares e da Coleção de Criptógamas do Muséum national d’Histoire naturelle de Paris e os dados da América do Sul do Herbário da Universidade de Montpellier. Nesse post apresentaremos os dados da coleção de plantas vasculares de Paris (P).

Os dados do Muséum national d’Histoire naturelle de Paris incluem importantes coleções históricas como as de Balansa, Blanchet, Bonpland, Burchell, Claussen, Hassler, Riedel, Saint-Hilaire, Sellow, entre outros.

4

A Coleção de plantas vasculares da América do Sul possui mais de 253 mil registros e cerca de 262 mil imagens de 24.772 espécies. Um total de 156.705 registros e 164.384 imagens são de amostras coletadas no Brasil, associadas a 14.975 espécies da nossa flora.

Desse montante, 30 mil são registros de typus nomenclaturais e suas respectivas imagens. Do material constam 2.542 espécies ameaçadas de extinção da flora brasileira.

A figura ao lado (Holótipo de Ilex paraguariensis A.St.-Hil) destaca a amostra de Ilex paraguariensis (erva mate) coletada e descrita por Auguste de Saint-Hilaire em sua viagem ao Brasil entre 1816 a 1821. Trata-se do holótipo, espécime único usado na descrição original da espécie. O herbário P – América do Sul possui 3.943 holótipos, 935 dos quais coletados no Brasil.

Para visualizar a íntegra dessa notícia, clique aqui.

Talvez goste também de...