Ciência Sem Fronteiras: Entrevista com Edlley Pessoa (UFPE)


Warning: unserialize() expects parameter 1 to be string, array given in /var/www/wp-content/plugins/nemus-slider/nemus-slider.php on line 1028

Aluno de doutorado em Biologia Vegetal da Universidade Federal de Pernambuco, Edlley Pessoa está desenvolvendo seu estudo com foco na revisão taxonômica e filogenia de orquídeas do gênero Campylocentrum. Parte do seu doutorado foi realizada na Europa por meio do programa Ciência Sem Fronteiras e ele contou um pouco da sua experiência fora do país na entrevista a seguir.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Edlley visitando o Herbário W (Viena).

1. Recentemente você teve a oportunidade com o programa Ciência Sem Fronteiras para realizar parte do seu estudo fora do país. Para onde você foi e com quem trabalhou?
Tive a oportunidade de realizar um estágio em Londres no Royal Botanical Gardens (Kew), uma das mais famosas instituições de Botânica do mundo. Trabalhei com o Dr. Mark Chase, recentemente citado entre as mentes científicas mais influentes do mundo. Meu projeto trata da sistemática do gênero Campylocentrum (Orchidaceae) e inclui a revisão taxonômica e filogenia do grupo.

2. Quais as principais atividades que foram desenvolvidas?
O objetivo do estágio foi visitar as principais coleções botânicas europeias para análise de espécimes typus do grupo de estudo. Foram visitados 12 herbários e cerca de 90% dos typus foram vistos.

Imagens de algumas exsicatas vistas.


3. Qual o impacto que a oportunidade teve para o desenvolvimento do seu estudo?
O estágio foi de grande importância para a minha tese, visto que essas atividades demandam muito tempo e o custo é alto. Essas visitas a coleções estrangeiras acrescentaram conhecimento sobre o grupo de estudo, visto que a maioria dos typus não está depositada em coleções nacionais.

4. Quais os pontos positivos do período que passou fora do país?
Entre os principais pontos positivos posso citar o contato direto com co-orientador (Dr. Mark Chase), a análise de amostras typus, a experiência com a língua estrangeira e troca de experiências com pesquisadores no exterior.

Trabalhando no herbário de Kew (K).

Trabalhando no herbário de Kew (K).

5. Qual foi o impacto que a saída do Brasil teve para a consolidação de parcerias internacionais?
O impacto foi altíssimo, após algumas reuniões com o orientador no exterior ficou acertado meu retorno a Londres para análises moleculares, parte fundamental da tese, que está dividida entre taxonomia (revisão) e filogenia.

6. Qual a importância da disponibilidade livre e aberta dos dados na rede INCT-HVFF?
O herbário virtual atualmente é muito utilizado e é uma ferramenta recorrente entre os grupos de pesquisa que conheço (incluindo pesquisadores estrangeiros) e importantíssima para a taxonomia atualmente. A busca por espécies ou espécimes em coleções ajuda muito a organizar viagens, por exemplo.

1.Apresentação em Kew gardens (Londres) intitulada “Systematics of Campylocentrum”

Apresentação em Kew gardens (Londres) intitulada “Systematics of Campylocentrum”

7. Que ferramentas e aplicativos disponíveis na rede INCT-HVFF foram importantes para o seu trabalho?
A possibilidade de fazer buscas de espécimes por localidade/estado e buscas de coleções por número de espécimes do táxon estudado.

8. O desenvolvimento do seu trabalho trouxe algum feedback aos herbários participantes da rede INCT-HVFF? Que tipo de feedback e quais herbários?
Sim, todas as coleções visitadas foram devidamente atualizadas com identificações corretas, além de terem amostras de typus marcadas.

Infraestrutura física do herbário de Vienna (W).

Infraestrutura física do herbário de Vienna (W).

9. Você teve problemas com a falta de coordenadas geográficas dos espécimes? Os espécimes sem coordenadas eram coletas antigas ou recentes?
Sim, a maioria das amostras são antigas e não possuem coordenadas, mas algumas recentes também não tem. Entre os registros com coordenadas disponíveis, muitos só tem grau e minutos (faltam os segundos), resultando em baixa precisão.

10. Você incluiu ou incluirá imagens das plantas vivas e/ou exsicatas na rede?
Ainda não inclui, mas possivelmente irei incluir.

inct_imagem destacada

Saiba mais!

Talvez goste também de...