Guia de fungos do Semiárido revela diversidade desconhecida no nordeste do Brasil


Warning: unserialize() expects parameter 1 to be string, array given in /var/www/wp-content/plugins/nemus-slider/nemus-slider.php on line 1028

Mesmo com um regime de chuvas mais escasso que outros biomas, o Semiárido abriga uma enorme diversidade de fungos que está sendo revelada com o acúmulo de estudos nos últimos anos. O guia de fungos do Semiárido oferece informações sobre 84 táxons de fungos macroscópicos que ocorrem na região, contando com fotografias em campo, descrições das espécies, chaves de identificação e um glossário. É um excelente recurso para estudantes e amadores interessados.

Por Maria Alice Neves e Aristóteles Góes Neto

Front Cover Guide to the Common Fungi of the Semiarid Region of Brazil

A inspiração para a elaboração do ‘Guide to the Common Fungi of the Semiarid Region of Brazil‘ surgiu a partir do Programa em Pesquisa de Biodiversidade do Semiárido (PPBio Semiárido), que apoiou vários micólogos e estudantes de micologia para registrar fungos da região do semiárido brasileiro. O PPBio Semiárido recebeu financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) com o objetivo de estudar a biodiversidade da região do semiárido brasileiro. O projeto para a elaboração do Guia teve o apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (FAPESB).

A delimitação da área de estudo do PPBio Semiárido facilitou a organização do guia, pois as listas de espécies produzidas foram usadas como ponto de partida para elaborar o livro. A partir daí o foco foi a coleta e identificação de fungos macroscópicos com o registro fotográfico das espécies, na maioria das vezes, em campo.

IMG_3583

Paisagem característica do Semiárido brasileiro.

A maior parte do livro está em inglês e português. Além de fotografias e descrições das espécies, são apresentadas chaves de identificação para os táxons dos grupos de macrofungos representados: ascomicotas, cogumelos, políporos (orelhas de pau) e gasteromicetos. Todos os espécimes incluídos no guia estão depositados em herbários e há uma lista com os números de coleta e acrônimo dos herbários, de forma que todos os espécimes podem ser consultados por especialistas e estudantes.

Os apêndices I (Guia Ilustrado para Coleta, Preservação e Descrição de Fungos) e II (Glossário) estão apenas em português e apresentam uma ferramenta que pode ser usada por estudantes e amadores para aprender as principais partes dos fungos macroscópicos e também para entender como elaborar uma descrição morfológica desses fungos.

mapa_fungos

A diversidade de fungos e plantas na região do semiárido brasileiro é muito grande e tem sido cada vez mais estudada. Os 84 táxons incluídos no guia representam apenas uma pequena fração dos fungos que existem nessa região. Espera-se que os dados sejam suficientes para dar apoio à criação de planos de conservação para a região do semiárido. Esperamos ainda que este guia seja um incentivo ao estudo da micologia em todos os níveis de escolaridade e que desperte a curiosidade de qualquer pessoa interessada pela natureza e por história natural.

logomarca

inct_imagem destacada

Saiba mais!

Talvez goste também de...