Herbário BOTU abriga importante coleção da flora paulista


Warning: unserialize() expects parameter 1 to be string, array given in /var/www/wp-content/plugins/nemus-slider/nemus-slider.php on line 1028

A equipe do INCT-Herbário Virtual visitou o Herbário Irina Delanova Gemtchújnicov (BOTU) visando contribuir para a integração, aprimoramento da qualidade e disseminação de seus dados.

botu_todos

Equipe do BOTU presente nos dias da visita: Hildebrando Luis Silva – técnico, Dra. Maria Estela Silveira Paschoal – bolsista INCT – Coordenadora da Informatização, Flávia Pezzini (INCT-HVFF/CRIA), Luiz Henrique Paschoal – digitação, Dra. Ana Pala Fortuna Perez – Curadora. A pesquisadora Dra. Ingrid Koch (direita), que já foi bolsista de pós-doc no CRIA, também estava presente.

O Herbário BOTU é considerado o sexto maior do estado de São Paulo, com um acervo de 27.000 espécimes vegetais principalmente da região de Botucatu. Abriga importantes coleções especiais, com destaque para as coleções de Erythroxylaceae; Plantas do Cerrado Paulista; Plantas do Litoral de São Paulo e Serra do Mar; Coleção Porto Primavera; Coleção Cerrado 13 de maio; Plantas Tóxicas e Medicinais do Cerrado Paulista; Plantas de Humaitá/AM; Coleção Cerrado de Pratânia; Coleção de Fungos Liquenizados.

Botu_mapas

Localização dos registros disponíveis online para o Herbário BOTU. O herbário está localizado em uma região única, na divisa dos biomas Cerrado e Mata Atlântica. No destaque, mapa com espécimens identificados até gênero, no qual pode-se notar a concentração de registros especialmente em áreas de ecótone.
[Clique na imagem para ampliar]

O herbário disponibiliza seus dados online na rede speciesLink desde agosto de 2004, apresentando atualmente mais de 70% do acervo informatizado, sendo 44% desses registros georreferenciados. Apresenta uma excelente infraestrutura, incluindo um anfiteatro.

Durante a última semana de novembro, a equipe do INCT-Herbário Virtual da Flora e dos Fungos e do CRIA visitou o herbário BOTU visando contribuir para o aprimoramento da qualidade dos dados disponibilizados na rede speciesLink, fornecendo suporte e treinamento nas ferramentas disponíveis.

historico_botu_mont_2

Histórico de envio de dados à rede speciesLink (total em verde e georeferenciados em azul), com crescimento significativo a partir de abril de 2013. No destaque, as 20 famílias com maior número de registros e os principais coletores do BOTU.
[Clique na imagem para ampliar]

A importância da integração dos dados do herbário BOTU na rede INCT-Herbário Virtual é enorme, pois amplia o acesso às informações depositadas no herbário, fornecendo dados essenciais para o desenvolvimento de pesquisas científicas e para a conservação da biodiversidade. A curadora Ana Paula Fortuna Perez e a bolsista INCT Maria Estela Silveira Paschoal receberam a equipe do INCT-Herbário Virtual e apresentaram um panorama sobre a estrutura e história da coleção, fundada e ativamente conduzida pelo professora Dra. Irina Delanova Gemtchújnicov.

Quem foi Irina Delanova Gemtchújnicov?

(fonte: http://www.herbariobotu.blogspot.com.br/2011/06/quem-foi-irina-delanova-gemtchujnicov.html)

A Profa. Dra. Irina Delanova de Gemtchujnicov, botânica russa, chegou ao Brasil na década de 40 e trabalhando no Instituto de Botânica de São Paulo ilustrou o livro “Botânica – introdução à taxonomia vegetal”, de autoria de Aylthon Brandão Joly. Na década de 60 aceitou o convite de dirigentes da Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu – FCMBB, tornando-se a primeira professora contratada para lecionar várias disciplinas da Área de Botânica, para alunos dos cursos de graduação em Agronomia e posteriormente Biologia, vinculando-se ao Departamento de Zoologia. Com a contratação de outros docentes, a Profa. Irina instalou o Departamento de Botânica em área atualmente pertencente ao Hospital das Clínicas – HC, onde hoje está localizado o Departamento de Cirurgia e Ortopedia, passando a se dedicar à Disciplina de Sistemática Vegetal. Deu grande contribuição ao conhecimento científico nessa Área, com a publicação de grande número de artigos e do livro “Manual de taxonomia vegetal”, além da participação em inúmeros congressos, sempre com atuação relevante. Foi, portanto, responsável pelo surgimento da Botânica em Botucatu. No local em que atualmente se encontram todas as dependências do IB (prédio da Diretoria, Centrais de sala de aula e Departamentos), a Profa. Irina instalou o primeiro horto didático, utilizando para isso um antigo pomar, contendo jabuticabeiras, mangueiras e outras árvores frutíferas. Nesse horto eram cultivadas as plantas utilizadas em aulas práticas de Botânica.

A professora produziu a primeira chave artificial para identificação de plantas daninhas do Estado de São Paulo, utilizada no Departamento de Botânica e montou várias pranchas em aquarela, que durante muito tempo foram utilizadas em sala de aula. Na década de 80, instalou o Herbário BOTU, no Departamento de Botânica, ainda na atual área do HC, que posteriormente foi transferido para o prédio onde hoje está localizado o Departamento de Botânica.

Em agosto de 2000, com recursos financeiros da Reitoria da UNESP e da FAPESP – Edital Infraestrutura, foi construído o atual prédio do Herbário, denominado “Herbário Irina Delanova Gemtchujnicov – BOTU”, em sua homenagem. Registrado sob a sigla BOTU e com reconhecimento internacional, conta com mais de 26 mil exsicatas (plantas secas, prensadas e afixadas em cartolina). O Herbário constitui o principal depositário das plantas que representam a diversidade regional e nele é mantido o material-testemunha que confere credibilidade aos trabalhos de pesquisa científica envolvendo material vegetal realizados no Campus de Botucatu. Seu acervo é utilizado por inúmeros pesquisadores, como base para identificação de material vegetal coletado.

logo_botu

inct_imagem destacada

Saiba mais!

Talvez goste também de...