INCT-Herbário Virtual da Flora e dos Fungos – REFLORA e o Serviço Exsiccatae: imagens de espécimes online

Lançado oficialmente em agosto de 2011, durante o 62o Congresso Nacional de Botânica, o Exsiccatae é um produto do projeto “Ampliação, Integração e Disseminação Digital de Dados Repatriados da Flora Brasileira” coordenado pelo Herbário Virtual da Flora e dos Fungos (INCT-HVFF) e desenvolvido com apoio do CNPq como parte do Programa Reflora. O sistema integra um serviço de imagens de alta resolução com as informações textuais da rede speciesLink, de modo que cada espécime pode ter imagens associadas, seja da exsicata depositada no herbário ou de fotos em campo, enquanto ainda vivo.

O serviço Exsiccatae já disponibiliza imagens de mais de 200 mil espécimes, e permite a inclusão de imagens de plantas e fungos coletados no Brasil e mantidos em herbários do país e do exterior, na rede INCT-Herbário Virtual da Flora e dos Fungos via speciesLink,.

Disponível para herbários nacionais e do exterior, o serviço integra imagens dos espécimes e foi desenvolvido a partir da experiência de implementação do Herbário Virtual A. de Saint-Hilaire, que envolveu o Museu Nacional de História Natural de Paris, o Instituto de Botânica de São Paulo e o Centro de Referência em Informação Ambiental (CRIA). O sistema permite a visualização online de mais de 200 mil espécimes, incluindo milhares de imagens de tipos depositados em coleções nacionais e internacionais.

Imagem de exsicata depositada no NYBG do espécime NY00023334, coletado em 1973 por J. F. Ramos no INPA, em Manaus (AM). O espécime representa o tipo de Ischnosiphon crassispicus L. Andersson, identificado pelo próprio Andersson em 1984.

A inclusão de imagens adicionais, seja do material vivo em campo ou de estruturas microscópicas (p.ex. pólen ou esporos) amplia o leque de aplicações, associando informações visuais diagnósticas ao registro do espécime nos herbários. Imagens dos espécimes vivos são particularmente importantes para mostrar flores e frutos das plantas, mas também são imprescindíveis para fungos, como os cogumelos e as orelhas-de-pau, que perdem a cor e a forma quando desidratados e essas características são importantes para o reconhecimento das espécies.

O Exsiccatae vem recebendo contribuições constantes dos provedores de dados e hoje já conta com mais de 200 mil imagens de espécimes, das quais mais de 95% são de exsicatas. O acervo está em constante expansão e já conta com mais de 5 mil imagens de espécimes vivos e pouco mais de 1.000 imagens de pólen.

O sistema oferece ferramentas de zoom, rotação, medidas em cm, correção de cores e download. As imagens das exsicatas possibilitam checar a etiqueta, permitindo que informações básicas sejam consultadas rapidamente.

 

Serviço de imagens para herbários nacionais

Além da integração com a rede speciesLink, o Exsiccatae oferece um serviço web para os herbários nacionais usarem as imagens como preferirem. Atualmente, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro é usuário do serviço por meio da Lista de Espécies das Plantas e Fungos do Brasil. (http://floradobrasil.jbrj.gov.br/jabot/listaBrasil/ConsultaPublicaUC/ConsultaPublicaUC.do_

Perspectivas emergentes

A visualização das imagens das exsicatas oferece oportunidades dos curadores e pesquisadores consultarem espécimes à distância, abrindo uma perspectiva para inovação em estudos taxonômicos (i.e. cybertaxonomy ou e-taxonomy) e a implementação de novas estratégias de identificação de material em herbários brasileiros.

Como contribuir com imagens

Incentivamos a participação de todos os herbários integrantes do INCT-HVFF no sistema Exsiccatae. Para participar basta enviar um email para splink @ cria . org . br e serão indicados todos os passos necessários.

Saiba mais!

O sistema Exsiccatae está integrado com o INCT-HVFF e à rede speciesLink.

[Texto partilhado com o blog do CRIA (blog.cria.org.br/‎)]

 

 

Talvez goste também de...