INCT Herbário Virtual disponibiliza dados sobre riqueza de plantas e fungos em coleções brasileiras

Divulgamos com grande satisfação a nota Major increase in Brazilian plant and fungus data shared through GBIF (http://www.gbif.org/page/82168) publicada no portal do Global Biodiversity Information Facility. A nota destaca a contribuição do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) ¿ Herbário Virtual da Flora e dos Fungos na disseminação livre e aberta de mais de três milhões de registros de amostras depositadas em coleções biológicas brasileiras.

O fato merece ser comemorado, sobretudo, pelos colaboradores que fornecem dados e informações para divulgação no INCT-Herbário Virtual via speciesLink. Apoiado pelo CNPq e pela CAPES, o trabalho envolveu a articulação de equipes de curadores, pesquisadores, técnicos e bolsistas empenhados na melhoria da qualidade das coleções e da equipe técnica do CRIA no desenvolvimento, manutenção da plataforma speciesLink e suporte aos provedores de dados.

Além da plataforma do GBIF, os dados foram disponibilizados também no Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiBBr), portal do MCTI. A divulgação mais ampla abre novas perspectivas para o compartilhamento e uso dos dados do INCT- Herbário Virtual bem como para a contínua evolução da qualidade dos dados de herbários distribuídos pelas 27 unidades da Federação. Destaca-se o papel da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) que provê a infraestrutura de rede e a hospedagem dos sistemas e aplicativos desenvolvidos pelo CRIA no Internet Data Center (IDC) da RNP, com o endosso do CNPq.

Seguindo os procedimentos do GBIF que exige o cadastro da instituição responsável, hoje existem mais de 100 conjuntos de dados (ver http://www.gbif.org/installation/b38ff2b7-c8af-454e-b5af-ee760f0d5bca/datasets) do INCT-Herbário Virtual no sistema. São mais de 3,2 milhões de registros já disponíveis online para busca e visualização (http://www.gbif.org). É importante avaliar o que esse número de registros representa para a rede global GBIF e para o SiBBr.

A rede GBIF engloba cerca de 543 milhões de registros de ocorrência de espécies. Desses, cerca de 145 milhões são de plantas e 10 milhões de fungos. São cerca de 58 milhões de espécimes; os demais dados são de observação, ou seja, sem material testemunho associado. A contribuição dos dados do INCT-Herbário Virtual é de pouco mais de 3 milhões, o que representa cerca de 5,5% dos dados de espécimes de plantas e fungos da rede global, um número bastante expressivo.

No SiBBr, o impacto dos dados dos acervos participantes do INCT-Herbário Virtual é ainda maior. Considerando dados de 29/06/2015, o total de registros de Plantas e Fungos no SiBBr era 4.356.648 e desses, 3.294.318 são registros disponíveis para o SiBBr no IPT/INCT-Herbário Virtual ou seja, os dados do IPT/INCT representam 75,6% do total de registros de Plantas e Fungos do SiBBr.

Se considerarmos os dados disponibilizados pelo SiBBr, referentes a todos os grupos de organismos, incluindo os dados repatriados da rede GBIF, o total de registros chega a pouco mais de 5.9 milhões e assim os dados do IPT/INCT representam cerca de 56% desses registros, demonstrando o impacto positivo da adesão dos herbários para disponibilização de dados no INCT-Herbário Virtual e agora também no SiBBr e GBIF.

É importante destacar ainda que os esforços de consolidação de redes colaborativas estão contribuindo para a definição do modelo conceitual da infraestrutura digital de dados e e-serviços para apoiar o desenvolvimento da e-ciência e inovação no Brasil. É necessário desenvolver mecanismos de apoio à sustentabilidade e perenidade de e-infraestruturas exitosas, para que as conquistas alcançadas sejam mantidas.

Com essa iniciativa, apoiada pelo CNPq/MCTI e CAPES/ME, o INCT-Herbário Virtual  demonstra como o trabalho de uma rede que começou com 25 e hoje congrega 100 herbários do país e 13 do exterior (com repatriamento de dados de espécimens coletados em território brasileiro), pode render bons frutos, contribuindo de forma destacada para ampliação do conhecimento sobre as plantas e fungos do Brasil.

Saiba mais sobre os INCTs: http://inct.cnpq.br/sobre/

Talvez goste também de...