Nota INCT HVFF – Programa Ciência sem Fronteiras

Ciência sem Fronteiras: Bolsistas do INCT- Herbário Virtual da Flora e dos Fungos do Brasil no Jardim Botânico de Nova York

Douglas Daly, Marcelo Reginato, Felipe Saiter, Ana Paula Caetano, Fernanda dos Santos, Catarina Medeiros, Ma.Regina Barbosa, Wayt Thomas.

O Jardim Botânico de Nova York (NYBG) tem uma longa história de colaboração com o Brasil no contexto da Botânica.  Ao longo dos anos foi construída uma sólida parceria entre pesquisadores do NYBG e pesquisadores brasileiros para estudo, principalmente, da flora do Cerrado (Projeto Plantas do Planalto do Brasil), da Amazônia (Projeto Flora Amazônica), e da Floresta Atlântica (Projeto Mata Atlântica Nordeste).

Recentemente,  o NYBG iniciou uma parceria com o INCT- HVFF disponibilizando, através da plataforma speciesLink, mais de 330 mil registros e 120 mil imagens de plantas coletadas no Brasil desde o século XVIII, que fazem parte da coleção do William and Lynda Steere Herbarium. Estas informações e imagens contribuiram de forma significativa, junto com os dados dos demais herbários disponibilizados pelo INCT HVFF, para a elaboração e consolidação da Lista de Espécies da Flora do Brasil, da qual participaram também pesquisadores do NYBG.

Anualmente, botânicos do mundo todo vem ao NYBG principalmente para consultar suas coleções,  herbário e biblioteca, e também, mais recentemente, para realizar estudos moleculares no Pfizer Laboratory através  do Cullman Program for Molecular Systematics.  Até meados de outubro de 2013, cerca de  270 botânicos, 24% dos quais brasileiros, visitaram o NYBG com estas finalidades.  Além desses visitantes, que passam normalmente pequenas temporadas, estão atualmente desenvolvendo pesquisas  no NYBG  10 brasileiros, dois alunos de doutorado pleno, seis de doutorado sanduíche, e dois pesquisadores pós-doc. Desses, três vieram com bolsa do Programa Ciência Sem Fronteiras/CNPq, vinculada ao INCT, por um período de seis meses cada: a Dra. Maria Regina Barbosa, da Universidade Federal da Paraíba, para realizar estágio pós-doutoral, e as alunas de doutorado Géssica Costa da UFPE e Maria José Reis da Rocha, da UFMG, ambas com bolsa de doutorado sanduíche.

Fortalecendo mais ainda a cooperação com o Brasil, atualmente dois pesquisadores do NYBG foram contemplados com bolsas de Pesquisador Visitante Especial, do Programa Ciência sem Fronteiras-Capes, o Dr. Wm. Wayt Thomas, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal da UFPE, e o Dr. Douglas Daly, vinculado a Faculdade de Ciências Agronômicas da UNESP, Botucatu.

Talvez goste também de...