(MFS) Herbário Profª. Drª. Marlene Freitas da Silva, Universidade do Estado do Pará

O herbário Profª. Drª. Marlene Freitas da Silva (MFS) foi criado a partir dos resultados obtidos com o projeto “Coleção de frutos, sementes e plântulas amazônicas: conhecimento e valorização do patrimônio genético natural”. Com as coletas botânicas realizadas em diversos ecossistemas da região amazônica, houve a possibilidade de desenvolver pesquisas nas áreas de taxonomia, florística, ecologia, etnobotânica e palinologia. A equipe de trabalho é formada por professores e alunos da Universidade do Estado do Pará (UEPA). Excursões para coletas de plantas, realizadas em diferentes locais, como nos municípios de Abaetetuba, Ananindeua, Augusto Corrêa, Barcarena, Belém, Belterra, Capanema, Marudá, Moju, Novo Repartimento, Paragominas, São Geraldo do Araguaia, Santarém e Viseu, consolidando um acervo que conta atualmente com cerca de 1800 amostras, incluindo coleções associadas de flores, frutos, sementes, plântulas e madeira. O herbário MFS conta com o apoio de instituições parceiras como o Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA – Amazônia Oriental), que auxiliam na identificação de plantas e no apoio às demais etapas de trabalho. Discentes receberam orientações nos herbários IAN (EMBRAPA) e MG (MPEG) quanto à rotina, normas, manutenção, organização dos armários e captura de imagens das exsicatas. Este acervo está informatizado, com o auxílio do software BRAHMS (Botanical Research and Herbarium Management System). As espécies depositadas no MFS foram identificadas segundo o sistema de classificação APG (Angiosperm Phylogeny Group). Fabaceae, Asteraceae e Lamiaceae são as famílias mais bem representadas, com 148 espécies, pertencentes a 59 gêneros. O desenvolvimento deste projeto representa mais um passo em busca do fortalecimento do diálogo entre ciência, tecnologia e sociedade na região amazônica. Com esses direcionamentos e parcerias institucionais, a UEPA solidifica seu compromisso em abrigar um patrimônio vegetal.