Rosana Conrado Lopes http://splink.cria.org.br/manager/detail?resource=RFA

O Herbário RFA da UFRJ teve sua origem em 1953 na Faculdade de Farmácia, a partir da doação da coleção da flora europeia do botânico Suíço Jules César Ducommun (1829-1892), e da flora brasileira dos professores Paulo Occhioni (1915-2000) e Fernando Segadas-Vianna (1928-2010). A coleção originalmente foi criada com o objetivo de servir como suporte didático às disciplinas de Botânica. Em 1968 com a criação do Instituto de Biologia o acervo foi transferido para o Departamento de
Botânica onde permanece até os dias atuais.

Passou a figurar como coleção científica na lista oficial de herbários do mundo (Index Herbariorum) em 1978 com a sigla RFA.

O Herbário RFA apoia o ensino, pesquisa e a extensão, mantendo intercâmbio científico com inúmeros Herbários nacionais e internacionais. O RFA, por se encontrar em uma instituição de ensino, é também visitado e utilizado pelo corpo discente, sendo
um dos fatores que subsidia a excelência do ensino na UFRJ.

Em 2006 foi implantado o sistema de informatização conhecido como BRAHMS (Botanical Research and Herbarium Management System) desenvolvido pela Universidade de Oxford. Os dados de cada exsicata foram inseridos principalmente por
estagiários do Programa Jovens Talentos da Ciência da FAPERJ.

Em 2016 o Herbário RFA passou a integrar o programa REFLORA (http://reflora.jbrj.gov.br), onde por um ano contou com um bolsista para o trabalho de informatização dos dados. Neste período os dados de cerca de 15.000 exsicatas, já incluídos no BRAHMS, migraram para o programa JABOT.

Em 2017 a equipe recebeu dois novos técnicos, e em 2018 mais dois e atualmente o Herbário RFA conta com sete funcionários, sendo dois Curadores (Dra.Rosana C. Lopes e Dra. Lana da S. Sylvestre) e cinco Técnicos (Jorginaldo W. de Oliveira, Erika V. S. de Souza Medeiros, Carla Y G. Manão, Diego Edon e Valéria Ferrão).

Em 2018 aderiu ao projeto “Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT)- Herbário Virtual da Flora e dos Fungos do Brasil” (http://splink.cria.org.br/).

Atualmente, o acervo consta de cerca de 43.128 espécimes entre Fanerógamos e Criptógamos representativos da flora do Estado do Rio de Janeiro, de outras regiões do Brasil, da América Latina e da Europa.

Até o momento já foram informatizados 28.144 espécimes, representando 65,25% da coleção. Estes dados encontram-se disponíveis para consulta no site dos Programas acima citados e são automaticamente espelhados para o Sistema de
Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SIBBr).

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Instituto de Biologia
Departamento de Botânica
Endereço para correspondência: Rua Rodolpho Paulo Rocco, s/n, Bloco A, sala
A1-066, Centro de Ciências da Saúde (CCS), Ilha do Fundão, Cidade
Universitária-RJ. CEP: 21.941-617.

  • Curadora: Rosana Conrado Lopes
  • Telefone: (21) 3938-6324; (21) 3938-6326
  • Email: herbario @ biologia . ufrj . br