(SPSF) Herbário Dom Bento Pickel, Instituto Florestal de São Paulo

O Herbário do Instituto Florestal originou-se no antigo Serviço Florestal do Estado. Idealizado por Alberto Löfgren, o Serviço Florestal foi criado em 1911 para conservar, manejar, conhecer e explorar metodicamente as florestas paulistas.

O acervo teve início logo após a criação do Serviço Florestal, na Seção de Introdução de Essências, pelo engenheiro Mansueto Koscinski e indexado ao Index Herbariorum por seu primeiro Curador, o biologista Dom Bento José Pickel, contratado em 1942.

Nove anos depois Pickel assumiu a chefia do Museu Florestal Octávio Vecchi, levando consigo o acervo botânico e bibliográfico. Em 1960 aposentou-se legando um acervo de 5.515 exsicatas.

Neste ínterim o Serviço Florestal dera origem ao atual Instituto Florestal. Nos 16 anos seguintes o Herbário ficou inativo, quando, em 1976, o biologista João Batista Baitello retorna o acervo para a Divisão de origem e assume a Curadoria. De 1992 até agosto de 2012 o Curador foi o biólogo João Aurélio Pastore.

O Herbário é reconhecido como coleção de referência dos Projetos Flora Fanerogâmica de São Paulo e Flora do Brasil, o que facilitou a aquisição de equipamentos ópticos e construção de novas instalações com recursos das agências de fomento. Desde 2004 acoleção faz parte da rede speciesLink, com 100% disponível para consultas on line. O banco utiliza o speciesBase em plataforma Access. O Herbário é credenciado como Fiel Depositário de Amostras de Componentes do Patrimônio Genético.

A área física de 260m2 inclui acervo, manuseio e escritórios.

A coleção é representativa das Spermatophyta do Estado, em geral oriundas das Florestas Ombrófilas Densa e Mista, Estacional Semidecidual e Cerrado das Unidades de Conservação. O acervo atual é de 46.200 exsicatas, sexto do Estado. São 7.110 espécies, 310 famílias e 1750 gêneros, a maioria do Estado de São Paulo (87%), Paraná (4,7%) e Minas Gerais (3%). As maiores famílias são Lauraceae, Fabaceae, Myrtaceae, Asteraceae, Melastomataceae, Rubiaceae, Meliaceae, Solanaceae e Euphorbiaceae. Quase 10% dos registros são georreferenciados. Os tipos somam 49 materiais: 8 holótipos, 17 isótipos e 24 parátipos.

A equipe desenvolve inventários, estudos taxonômicos, ecológicos, serviços de identificação e planos de manejo.

O acervo é incrementado por coletas de projetos em áreas protegidas do Estado, doações e permutas e atualizado por empréstimos, visitas de especialistas, revisores e pós-graduandos monografistas.

Uma xiloteca de 7.500 amostras é parte do acervo da Seção.

  • Curador: João Batista Baitello
  • E-mail do Herbário: herbariospsf @ if . sp . gov . br
  • E-mail do Curador: baitello @ if . sp . gov . br
  • Telefone: (55) (11) 2231-8555   R.2078 ou 2072

Endereço

Herbario SPSF

Herbario Dom Bento José Pickel, Instituto Florestal de São Paulo

Rua do Horto 931, CP 17076, CEP 02340-970, São Paulo (SP)